Fellows Nervous - Pum Pum

Eu nem sei bem por onde começar.
Apesar de já ter gravado/produzido algumas bandas, confesso que tenho um carinho especial por Fellows Nervous.
Esta proximidade tem origem na relação quase familiar que tenho com os membros da banda. Ao fim e ao cabo, "é rapaziada" que vi crescer. Lembro-me deles quando eram pequeninos.
Putos.
Eles lá foram crescendo pelos discos de Nofx, Descendents, Lagwagon e Quim Barreiros.
Cedo compreenderam o prazer de ver nascer o dia, depois de uma festa de verão. O valor da amizade e todas as conversas insólitas que um depósito de abafado caseiro proporciona.
A importancia de permanecer live valorizando a diferença.

É gente que gosta de rir.
Como não?
Basta reflectir no que é Portugal.
Existe algo de mágico neste país folclórico. Um colorido demente, à beira do delirio, de gosto duvidoso transformado em kitsch.
Apesar de tudo, somos todos gente do campo.
Está-nos no sangue.
Haverá quem discorde, quem reaja ignorantemente, quem renuncie à própria pele, que não entenda a ironia, mas este caso não há hipótese.
Estamos sempre a tentar civilizar o incivilizável.

Fellows Nervous parte dai.
São horas de guitarras baratas que teimam em não afinar. É o puro prazer de ouvir aquela bola de som Low-fi num beat urgente. Como se o mundo fosse a fugir direito ao tédio. Ao vulgar.
Aqui não há hipocrisia.
É genuino.
Directo como um tiro.
É musica para tirar as manias.

A quem ainda não ouviu, espero que após lerem o texto sejam dignos. Sejam publico. Porque é de publico que os Fellows Nervous precisam. Eles e as outras excelentes bandas que lutam todos os dias para aparecerem.
Sejam publico com identidade. Para se parecerem com gente. Para deixarem de comprar toda a merda que vos vieram por no rabo.
Ouçam.
Sejam publico.
Vão a concertos. Descubram coisas novas. Descubram-se a vós mesmos.
Aposto "que já comeram pior e a pagar".
Mas sejam publico.
E não me venham com a conversa do gosto. Do que é bom e do que é mau. Desses lugares comuns todos.
Vocês não escolheram do que gostam.
Alguém escolheu por vocês.
Sejam publico desta vez.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dinosaur Love by Harry Baker

O que é ser rude?

A Dieta - 1 - Abotoar é um verbo sério