Toda a gente sabe que o João Ratão morre no fim

Faltam 10 minutos.

Faltam nervos para derreter.
Estou mesmo a precisar de férias. Sair do que está assombrado.
Agora é proibido brigar.
Agora não vale matar zombies . Mas vale acordar com tiros às 6 da manhã.
Caça ao feriado. Podiam caçar um cérebro.
Preciso de sair daqui mais um pouco. Voltar à praia. Ver placas a passar. Ter um vidro entre a minha pessoa e o limite de velocidade.
Preciso de uma estrangeira. Alguém com quem seja mesmo muito difícil comunicar. Alguém que não me queira ouvir falar.

Faltam 4 minutos.

Dizer estilismo está fora de moda.
É como dizer teledisco.
É como dizer, aqui há talento.
Tudo fora de moda.

Está na moda estar fora de moda. Ser diferente forçando a diferença que não diferencia. Que tudo isto tem de diferente?
Nada.
Eu sou do tempo em que o fado era música para os velhos.
Ninguém queria ouvir rancho.
Ninguém dizia musica tradicional.
Havia vergonha na cara e sentido de ridículo. Mas havia mais. Havia um desprezo saudável pelas tradições. Um desejo de novo. Oh modernistas que só aparecem de 100 em 100 anos.

Há ainda quem queira estar vivo.
Quem goste de festas de anos e quem não deseje falar de música com qualquer pessoa.
Eu sei que pensas que percebes do assunto, mas vai por mim...
Nada percebes.

Faltam 2 minutos.

Falta-me ainda falar dos caloteiros.
Dos mal vestidos. Com a sua roupa da noite, penteados assexuados, racistas reformados, agora papás.
Dos militares e da sua inútil vontade. Tudo esquecem com o avançar da idade.
Dos tarados. Se pudessem desenhavam eles. Faziam eles.
Quem quer casar com a puta da carochinha? Divorciada e drunfada. Que já não fode. Quem tem um cu enorme. Quem tem pouco mais que fome. Tem uma televisão. A pobre que entra para o duche de cuecas. Que tem um saco de plástico de cada supermercado. Quem tem um amante.
A reles tem um amante.
Que tem filhos mal educados. Feios e com aspecto sujo. Como os italianos, os franceses, ingleses e
alemães. Feios como tudo. Pérfidos.
Toda a gente sabe que não vai ser bonito.

Já não falta nada.

Toda a gente sabe que o João Ratão morre no fim.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dinosaur Love by Harry Baker

O que é ser rude?

A Dieta - 1 - Abotoar é um verbo sério